top of page
Buscar
  • Foto do escritorEquipe Sergio Schmidt Advocacia

Gigante do Agro em Goiás pede Recuperação Judicial


A empresa Elisa Agro, referência nacional em agricultura irrigada, com fazendas na região do Vale de Araguaia em Goiás, requereu recuperação judicial informando dívidas junto a bancos, fundos de investimentos e fornecedores que ultrapassam R$ 680 milhões.


Do passivo total da empresa, R$ 327 milhões são devidos a mais de sete mil pessoas físicas e jurídicas quotistas do Fundo Fiagro GCRA11, detentor de Certificados de Recebíveis do Agronegócio – CRA emitidos pela empresa para expansão de seus negócios.


A Elisa Agro é controlada pela família Mitre, que também opera uma empresa incorporadora especializada em imóveis de alto padrão no estado de São Paulo.


Como principal justificativa da crise, notícias apontam que a empresa relatou a queda nos preços agrícolas, bem como a desorganização logística ocorrida no período da pandemia do Covid 19, que atrasou a entrega e instalação de diversos equipamentos de pivôs de irrigação.


Foi contratada a consultoria Alvares & Marçal para assessorar a reestruturação. Canais de informações também apontam que, para sair da crise, a família Mitre cogita inclusive a venda da empresa.


O processo judicial ainda corre em segredo de justiça, o que impede a análise completa do caso.

 

Processo nº 5076572-06.2024.8.09.0175 – Comarca de Aruanã/GO

1.506 visualizações0 comentário
bottom of page